Matérias Recentes!

O figurinista Gile Steele para o filme Scaramouche (1952)

O caso de Gile 'McLaury' Steele é misterioso e esse adjetivo nem começar a cobrir tudo: o figurinista, especializado em desenhar trajes para homens em filmes, nasceu em Ohio, nos Estados Unidos, em 24 de setembro de 1908 e em 1929, ele já estava em Los Angeles, na Califórnia, trabalhando sua grande paixão de ser pintor e, posteriormente, tornando-se figurinista do estúdio MGM em filmes como Mademoiselle Frou Frou (1938) e Maria Antonieta (1938). 

Gile Steele ao lado de Edith Head                                      Rex Features/Reprodução
Mesmo com uma carreira estelar na moda, pouco se sabe sobre Gile Steele, além do fato de ser um figurinista ganhador de dois Oscars de Melhor Figurino pelos filmes Sansão e Dalila (Samson and Delilah, 1949) e Tarde Demais (The Heiress, 1950); de ser um dos melhores amigos da figurinista legendária Edith Head e por ter morrido precocemente com 43 anos de idade, em 16 de janeiro de 1952, quando se afogou ao ficar preso em seu carro durante uma terrível tempestade que aconteceu em Los Angeles e que deixou milhares de pessoas desabrigadas e feridas. 

Apesar de nunca ter ganhado um Oscar sozinho - ele compartilhou os prêmios com outros figurinistas, inclusive Edith Head, já que todos colaboraram juntos nas películas - ele criou trajes lindíssimos para obras clássicas como A Ponte de Waterloo (Waterloo Bridge, 1940), Idílio em Do-Re-Mi (For me And My Gal, 1942), nos quais ficou responsável pelos figurinos masculinos, e um dos clássicos cinematográficos, com trajes de tirar o fôlego, o belo Scaramouche (idem, 1952) baseado livremente no livro homônimo de Rafael Sabatini. Neste filme, Gile desenhou o esboço de todos os trajes, tanto dos homens quanto das mulheres e o resultado são roupas incrivelmente belas. 


Stewart Granger e Janet Leigh em cena do filme Scaramouche (1952)                         Divulgação/Gif
Apesar de Scaramouche (1952) ter sido, originalmente, desenvolvido para ser estrelado por Elizabeth Taylor, Ava Gardner e Errol Flyn, os três recusaram os papeis, que ficaram à encargo de Janet Leigh, Eleanor Parker e Stewart Granger. A película conta a história de Andre Louis Moreau, vivido por Stewart Granger, um jovem bon vivant que acaba se apaixonando por Aline, interpretada por Leigh, que ele mal sabe que já está prometida ao Marques de Mayne (Mel Ferrer). Enquanto isso, ele também tem um relacionamento quente com Leonore, interpretada por Eleanor Parker, com os dois ficando entre tapas e beijos, literalmente.  

Os rascunhos de Gile Steele para o filme, que se passa no século XVII, não são os mais precisos em termos de trajes: a maioria dos figurinos feitos por ele são muito curtos e cavados para serem uma representação real da época, isso sem falar das perucas que são brancas e 'certinhas' demais, parecendo mais cabelo branco real do que uma cabeleira artificial. Naquele século, a moda em voga eram decotes quadrados, rendas e mangas muito bem ajustadas. 



                       O esboço de Gile e a confecção sendo feita              Divulgação/MGM Greatest Backlot
Apesar dessas inconsistências, Gile fez um trabalho incrível ao desenhar os figurinos, mesmo que não tenha sido ele mesmo que tenha os costurados. O trabalho ficou para os funcionários do Departamento de Figurino do estúdio MGM, que trouxeram a visão de Gile Steele à vida.  

A personagem Leonore, interpretada por Eleanor Parker, tem os figurinos mais espalhafatosos de Scaramouche (1952). Por ser uma atriz e se apresentar constantemente no palco, Leonore tem uma personalidade expansiva e decidida, o que se transfere claramente para suas roupas. Cores fortes como o rosa, o verde e o preto estão sempre presentes em seu guarda-roupa, combinando com seu cabelo ruivo, que diferente do estilo da época, nunca está acompanhado de uma peruca e é usado de forma solta. Esse é mais um toque da personagem, que não se encaixa nas convenções de seu tempo. 



Eleanor Parker é a única atriz do elenco ainda viva, ela tem 95 anos de idade       Divulgação/ Montagem
Já Aline, personagem vivida por Janet Leigh é exatamente o oposto da fogosa ruiva. Aline é puro refinamento, com roupas delicadas e de tecidos mais claros, mantendo-se sempre como um membro da realeza. A inocência de Aline se contrasta muito bem com a impetuosidade de Elenore e os seus trajes revelam essas características. Janet Leigh teve, inclusive, que aprender a andar de lado no cavalo para honrar o papel de uma das personagens mais inspiradas de Rafael Sabatini, como conta a biografia Janet Leigh: A Biography de Michelangelo Capua. 


Janet Leigh era outra grande beldade do sucesso Scaramouche                Divulgação/Montagem
Mas é nas vestimentas para os atores do filme que Gile Steele realmente acerta! E também, não é para menos: o estilista era especializado nisso e havia ganhado dois Oscars por seu trabalho. O número de detalhes nas vestimentas masculinas provam sua habilidade e interesse pelo assunto. Enquanto as roupas de Andre são mais simples fora do palco e espalhafatosas nela, o Marquês é requinte puro, com brilhos, calças apertadas e perucas dignas de um nobre com muita classe. 


Mel e Stewart  encenam a mais longa luta de espadas da história do cinema:6 minutos                            Divulgação/Montagem 
Inúmeras peças do filme sobrevivem até hoje e foram recentemente leiloadas por diversos sites renomados nos Estados Unidos. Neles, incluem em sua maioria as roupas de palco da personagem Eleonore e alguns dos coletes usados por Andre, personagem de Stewart Granger. 


Fotos atuais dos trajes, incluindo o salto de Eleanor no filme                                   Divulgação
Gile Steele pode até não ser lembrado mais hoje, mas seus figurinos e as belezas de seus desenhos terão para sempre um lugar no mundo do cinema. Pois "ele nasceu com o dom da risada e o senso de que o mundo era louco." Louco pela moda. 


Nenhum comentário