Header Ads

Matérias Recentes!

A comédia da amada série Os Monstros (1964-1966)

É difícil de acreditar que a amada série de televisão Os Monstros (The Munsters), que estreou no dia 24 de setembro de 1964 pela CBS, durou apenas duas temporadas. A série contava a história da personagem tipo 'frankenstein', Herman Munsters, sua esposa e vampira, Lily Munster, o avó que também era um vampiro e as duas crianças: Marilyn - o único membro da família, a sobrinha, que nasceu "normal"- e Eddie, o caçula lobisomem do clã. O engraçado da série, no entanto, é que os Munsters se veem como uma família como qualquer outra e não entendem por que as pessoas os acham estranhos, morando em uma casa excêntrica na Mockingbird Lane, 1313. E daí quem vem a comédia do seriado.

Competindo no gênero sobrenatural com a série Família Addams, que também durou apenas duas temporadas, foRAM os Munsters que agradaram mais os telespectadores, mas no final ambas as séries foram canceladas. Quem sabe foi mal agouro do cabelo humano que Yvonne de Carlo, Lily de Os Monstros, e Carolyn Jones, a Mortícia de A Família Addams, usaram em seus shows? 

Divulgação/Gif
Brincadeiras à parte, para entender o sucesso da série, mesmo depois de seu cancelamento, vamos voltar até a sua criação! Tudo começou quando os roteiristas Allan Burns e Chris Hayward se juntaram e, copiando um pouco do estilo da Família Addams, criaram a estranha família dos Munsters em uma série que se chamaria Meet The Munsters. 

Foi assim que eles entraram em contato com um agente que os ajudaria na jornada de se tornaram roteiristas. Segundo o próprio Allan, no livro Funny You Should Ask: Oral Histories of Classic Sitcom Storytellers escrito por Scott Lewellen, eles conheceram o agente Les Colodny e os três se deram muito bem, inclusive quando Allan e Chris deram a ideia da série de Os Monstros. Depois disso, eles nunca mais ouviram falar de Les, até que, segundo Allan: "o nosso outro agente nos liga um dia e diz 'Ei, por que vocês não me disseram que a Universal está gravando Os Monstros?' e nós dissemos que era a primeira vez que ouvíamos isso. O que aconteceu era que Les pegava as nossas ideias e dava para os escritores da Universal - Ed Haas e Norm Liebmann." 

Vale lembrar que Allan e Chris tiveram uma ideia diferente de Os Monstros que conhecemos: a ideia deles era de pessoas comuns, que eram bizarras e viviam de um jeito diferente que causava estranheza nos outros. Foi lá na Universal que Ed e Norm resolveram elevar esse conceito e colocar o monstro de Frankenstein e do Drácula no formato, já que o estúdio tinha o direito dessas personagens. Foi assim que Os Monstros que conhecemos ganharam vida!

A abertura da segunda temporada da série                            Divulgação/Montagem
De acordo com uma entrevista de Pat Priest, a segunda Marilyn, que substituiu a atriz Beverly Owen depois de 15 episódios da série -Beverly saiu da série para se casar com seu namorado, o produtor Jon Stone - todos os astros de Os Monstros sempre se deram incrivelmente bem. Ela relembra o Fred Gwynne, seu tio na série, dizendo para o autor do livro Monster Mash: The Creepy, Kooky Monster Craze In America, 1957-1972, que, apesar do fato de usar enchimentos para se tornar Herman Munsters o faziam quase hiperventilar de tanto calor, ele nunca "ficou nervoso, nem uma vez. Sempre jovial", tanto que ele adorava que Al Lewis colocasse uma mangueira de ar por baixo das próteses para refrescá-lo. 

Já ao falar de sua tia, Lily, vivida por Yvonne de Carlo, a atriz afirma que as duas se deram bem fora dos sets de filmagens falando sobre seus filhos que tinham mais ou menos a mesma idade. Enquanto isso, Butch Patrick admitiu, no mesmo livro, que Yvonne tinha um pouco da síndrome da estrela quando participava da série, mas isso logo se dissipou. Sobre o elenco em geral, Pat Priest afirmou: "Ninguém, em todos os dois anos de filmagens da série, teve algum desentendimento, briga ou algo do gênero. O que é algo ótimo de se dizer quando se tem tantas pessoas trabalhando juntas." 

Mas a Pat não foi a única substituta da série: Butch Patrick não foi a primeira escolha para interpretar Eddie! Bill Mumy, ator conhecido por seu personagem Lennier na série Babylon 5, tinha sido o escolhido, mas ironicamente, na época, seus pais não aprovaram o uso extensivo da maquiagem. Assim Butch conseguiu o papel, afirmando para o escritor Mark Voger que, "depois de um tempo, você até esquece que está de maquiagem." Por outro lado, Al Lewis, assim como Fred Gwynne nem sequer precisaram fazer um teste de elenco: seus papeis foram oferecido à eles e, é claro, eles aceitaram na hora. Os dois, aliás, se opuseram a escalação de Yvonne de Carlo no início, achando, erroneamente "que ela não seria tão boa assim."  

Yvonne era a maior estrela do elenco                                          Divulgação
Mas quando a série foi cancelada, em 1966, Yvonne parecia estar pronta para novos desafios. De acordo com o jornal The High Point Enterprise from High Point, de maio de 1966, Yvonne afirmou que estava feliz em "voltar ao seu rosto normal", mas que estava grata pelo o que o show lhe deu: "Significava segurança, me deu um público novo, jovem que eu não teria de outra maneira. Me fez ser 'desejada' de novo, o que eu não fui por um tempo. O show foi bom demais para mim e fico muito triste de vê-lo ir embora." 

Apesar do cancelamento prematuro, essa não foi a morte da série Os Monstros. A série de televisão teve dois filmes depois disso: o Monstros, não Amolem! (Munsters, Go Home), de 1966 que reuniu todo o elenco, a não ser Pat Priest, a Marilyn, que foi substituída por Debbie Watson e a The Munster's Revenge, de 1981, com Yvonne, Fred e Al, sendo que Butch e Pat foram, mais uma vez substituídos. A série até ganhou um revival em 1988, intitulada The Munsters Today, mas sem o seguimento cult do original.  A série, aliás, até ganhou uma biografia intitulada The Munsters: A Trip Down Mockingbird Lane de Stephen Cox, que vale muito a pena se você é um fã grande do seriado! 

Sobre seu papel como Herman, o monstro, Fred Gwynne foi resoluto durante uma entrevista ao jornal The Decatur Daily Review: "A televisão não oferece muita variedade e aceitei o papel porque eu achei que o show seria um sucesso." E hoje, quase 53 anos depois da estreia de Os Monstros (The Munsters), a popularidade da série continua sendo inegavelmente espantosa! 


Author Image

Sobre Gabriella Baliego
Vem revirar a caixa do cinema com a gente! Filmes, músicas, arte, livros, séries - tudo que tem a ver com o universo clássico da sétima arte.

Nenhum comentário